2 de outubro de 2009

Browsers e linguagens

Posted in Mundo Digital tagged , , , , , às 0:17 por Editora Versal

BROWSERS (ou navegadores) são programas de computador desenvolvidos para permitir aos usuários interagirem na internet. Cada browser tem características próprias e suporta a maioria das linguagens de programação utilizada na criação de sites.

O lançamento de um novo modelo de browser não é tarefa fácil, pois o fabricante precisará se preocupar com dois requisitos fundamentais:

  • Interação com o usuário: o browser deverá oferecer ao usuário um ambiente de navegação de fácil adaptação e, ao mesmo tempo, completo a fim de garantir que a maioria ou todas as operações desejadas possam ser executadas em poucos segundos;
  • Suporte às linguagens existentes: após a criação, o novo modelo de browser precisa ser testado em cada uma das linguagens de programação existentes. Os constantes testes são adotados para garantir o suporte ao maior número de linguagens de programação de sites, tornando o browser viável e funcional.

Tipos de browser

INTERNET EXPLORER
O Internet Explorer caracteriza-se por sua integração com o sistema operacional Windows. É o browser mais utilizado do mundo. A Microsoft lança, periodicamente, atualizações com as novas versões do Windows.

FIREFOX
Desenvolvido pela Mozilla Foudation, o Firefox é um navegador gratuito e multiplataforma que oferece aos usuários bloqueadores de pop-up, navegação através de abas, barra de favoritos dinâmica. O objetivo do fabricante foi lançar um navegador leve, rápido, intuitivo e extensível. O Firefox vem ganhando mais aceitação do mercado devido a sua segurança, aliada às demais ferramentas suportadas.

Tipos de linguagem 

HTML 5
O HTML 5 (Hypertext Markup Language), evolução da linguagem padrão da web, pode mudar o jogo do desenvolvimento de aplicações multimídia e tornar padrões estabelecidos no mercado como as tecnologias Flash, da Adobe, Silverlight, da Microsoft, e JavaFX, da Sun.

JAVA
Java é uma linguagem compilada, extremamente potente, desenvolvida pela empresa Sun Microsystems. O JavaScript foi originalmente desenvolvido pela NetScape e se trata de uma linguagem mais leve que pertence ao tipo de linguagem interpretada, inicialmente batizada com o nome de LiveScript. As duas linguagens não estão relacionadas, mas partilham de algumas semelhançass.

CSS
CSS (Cascading Style Sheets) é uma tecnologia que permite criar páginas web de uma maneira mais exata. Graças às CSS somos muito mais donos dos resultados finais da página, podendo fazer muitas coisas que não se podia fazer utilizando somente HTML, como incluir margens, tipos de letra, fundos, cores.

DHTML
DHTML (Dynamic Hypertext Markup Language) dá mais controle sobre a página, porque os navegadores modernos incluem uma nova estrutura para visualizar em páginas web, denominada camada. As camadas podem ser ocultadas, mostradas, deslocadas etc. Para realizar ações sobre a página, como modificar a aparência de uma camada, ainda é necessária uma linguagem de programação, por parte do cliente, como JavaScript ou VBScript.

XML
Importantíssimo no mundo atual, que tende à globalização e à compatibilidade entre sistemas, a principal característica do XML (eXtensible Markup Language) é facilitar o compartilhamento de dados pela internet. Trata-se de uma linguagem para definição/descrição de dados cujo principal objetivo é permitir a troca de dados entre sistemas, principalmente de plataformas diferentes. Por ser “texto”, todas as plataformas são capazes de entender seu conteúdo.